Notas do inferno

Fui aprovado no concurso da Copasa. Não falam minha posição no certame. Era uma vaga. Logo, ser aprovado sem a colocação significa um sorriso matinal bobo que esconde o fracasso. Seja como for, foi a segunda vez que usei o papepl higiênico de economia para algo.

Ontem, vendo um programa de televisão, vi um colega de colégio dando entrevista. Era sobre cultura. Ele era da turma daqueles que queriamos espancar até sangrar quando no sanatório do Colégio, estivemos. Década de 90: ainda não existia a coluna do meio.

Dor extrema para meus inimigos e picanha nobre de búfalo para meus amigos. Já que eles ganharam, tornamos a massa de manobra.

Deixa eu voltar pros livros. CVM, SEFAZ e SEP me chamam. Certeza.

– Você deveria focar em apenas um – diria um vitórioso.
– Nunca fui com a tua cara – respondo. – Ainda hei de vencer do meu jeito.

À glória com eles!

Ao inferno com nós…


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: