What’s up, doc?

Ficara bem colocado num concurso em São Paulo. Concurso público: o legítimo sonho brasileiro. A idéia era montar um lar com minha mulher que me deixou na sexta última não me explicando o motivo. Provavelmente, o Ricardo bateu na porta e ela o deixou entrar. Não preciso saber.

Demorou, mas assinei carteira em BH. Iria embora para ficar com uma mulher que mora em São Paulo, mas ficarei nesta cidade sem perspectiva. Velha rotina, mas com um emprego. Que se fodam o concurso e minha ex.pequena. Hei, com que ganharei, serei aquilo ela sempre odiou: classe média. Foda-se: usando o diploma que tenho, assumo que mulher é bem substituto.

São Paulo agora é só passagem. Nem mesmo amigo pra prosear naquela catástrofe de 20 milhões de miseráveis terei  depois deste primeiro semestre. Tem os shows e a dita vida cultural, mas, agora que poderei novamente vê-los depois de 8 anos na merda, prefiro ir ao Rio de Janeiro: lá tem o Corcovado e o mar e a história nacional jorrando nas ruas do centro e o povo não é fresco da porra.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: